dicas para reformar o lavabo

O lavabo é um dos ambientes mais interessantes de sua residência ou apartamento, pois é o seu cartão de visitas. Por ser normalmente pequeno, cada detalhe se torna evidente e, portanto, torná-lo mais atraente e agradável pode causar uma bela impressão aos visitantes!


Antes de reformar, o primeiro passo a tomar é contratar um arquiteto que poderá instruí-lo (a) sobre as melhores opções para o seu projeto. Com um planejamento adequado, ele pode auxiliar na economia de sua reforma ou construção, dando dicas de materiais e objetos interessantes que caibam em seu orçamento!


Veja abaixo algumas dicas importantes que devem ser levadas em conta no projeto de arquitetura:


INSTALAÇÕES ELÉTRICAS E HIDRÁULICAS – usualmente ignorada nas reformas, mas de extrema importância, é a verificação das instalações, tanto elétricas como hidráulicas do local. Verificar se a fiação elétrica está adequada, se a tubulação está sem vazamentos, são alguns dos itens essenciais.


REVESTIMENTOS – Apesar do lavabo ter pontos hidráulicos, ele não é considerado úmido, o que possibilita utilizar revestimentos como papéis de parede, pintura, madeira, tijolo aparente, concreto aparente, além de ladrilhos hidráulicos, mármore, limestone, pastilhas, cimento queimado, etc. Alguns revestimentos bacanas para pisos de lavabo, são materiais com poucas juntas aparentes. Opções para isso são: cimento queimado, mármore, porcelanatos, placas cimentícias, limestone, etc.


Caso opte por revestimentos cerâmicos ou porcelanatos, escolha com acabamento retificado ao invés do bold. Essa tecnologia mais recente, significa que as peças são cortadas por discos de diamante, o que as torna mais uniformes e regulares, possibilitando uma melhor instalação, com rejunte de apenas 1mm.


Quando houver rejunte de piso, a sugestão é escolher a cor mais próxima possível do tom da borda do piso. Assim, ele ficará com aspecto mais uniforme.


Escolher um piso neutro para as áreas sociais, e extendê-lo ao lavabo dá um melhor aspecto do que deixar cada ambiente com um piso diferente. A sofisticação vem da clareza e limpeza estética que uma unidade estética proporciona.


fonte: indulgy.com e archdaily.com


No lavabo da esquerda, o papel de parede verde água estampado e o espelho redondo arrematam o ar romântico. A cuba oval é de sobrepor em bancada de madeira. Já no lavabo da direita, o arquiteto buscou uma iluminação natural, que através do painel de madeira banha as pedras rústicas, que se destacam ainda mais pelo rodapé de cor preta.


METAIS – A escolha da torneira ou misturador costuma ser empolgante, você pode inovar neste item, já que há uma infinidade de modelos e cores diferentes disponíveis. Porém, para um projeto de lavabo harmonioso, é importante equilibrar o padrão e o nível dos acabamentos entre si. Se a bancada e a pia são luxuosas, invista um pouco mais nos metais. Caso a bancada e a pia sejam simples, mantenha o mesmo padrão nos metais. Porém, lembre-se: compre apenas materiais de boa qualidade!


Os registros, não precisam ser da mesma linha que a torneira ou misturador, mas é interessante que possuam design similar. Com um misturador cromado e de linhas retas, utilize registros cromados com linhas retas.


O sifão é outro item de atenção. Caso tenha uma bancada com “saia curta”, o sifão ficará visível, portanto seu design também deve ser levado em consideração!


Caso esteja pensando em colocar um misturador no lavabo com água quente, repense! Quando a água começar a esquentar, seu convidado já estará terminando de lavar as mãos.


fonte: dezeen.com e pitsou.com


Na imagem da esquerda o porjeto de arquitetura optou por um design sóbrio e elegante, com formas geométricsa puras, tons de cinza, e um pendente como obra de arte. Já na imagem da direita, o design elegante e contemporâneo se dá pelas instalações de cobre aparentes, e estilo vintage do bulbo de lâmpada e da cuba. Simples e moderno.


ESPELHO – O espelho no lavabo pode ter um efeito de amplidão e sofisticação. Dependendo do espaço e do efeito que se queira causar, o espelho pode estar centralizado em uma parede do ambiente, cobrindo toda a parede, ou apenas em uma faixa. Lembre-se que é importante verificar a medida da parede para a instalação do espelho após a colocação dos revestimentos. Diferenças de poucos centímetros podem ocorrer entre projeto e obra!


fonte: casa.abril.com

Lavabo em cimento queimado, com nicho para cuba, e espelho em destaque.


BANCADAS E CUBAS – Todos já passaram por situações em que ao lavar as mãos a água espirra na roupa, na bancada, em todo lugar. Isso acontece porque a saída de água da torneira não está no eixo do ralo, ou, caso seja uma cuba esculpida, a inclinação da pia não está correta! É preciso escolher a torneira e a cuba em conjunto, para verificar se as duas funcionam complementarmente.


As cubas podem ser esculpidas, de sobrepor, de encaixe, de embutir, e sua escolha será determinada em conjunto com a torneira ou misturador, como dito acima, e com o tipo de bancada, que pode variar em altura, tamanho, formato, e acabamento. Dependendo do material da bancada, é necessário fazer uma impermeabilização anualmente, para evitar manchas e infiltrações.


A altura indicada da cuba (altura final da pia, seja ela de sobrepor, encaixe, embutir, etc) varia de 85 a 93cm, dependendo da altura do usuário. Como o lavabo será utilizado por várias pessoas diferentes, cabe usar a altura padrão de 85cm. Veja imagem abaixo:


fonte: fealmeida.com

fonte: ceramichelea.it

fonte: apartmenttherapy.com


A imagem da esquerda mostra uma pia com design limpo e elegante, de Antonio Lupi, enquanto na imagem da direita, uma fabulosa cuba esculpida em mármore, revestida com madeira.


fonte: desconhecida e apartmenttherapy.com


Cuba esculpida em pedra cinza em um lavabo monocromático e elegante à esquerda, e bancada em mármore à direita, com destaque para a cuba de embutir com temas orientais. Delicado e original!


LOUÇAS SANITÁRIAS – As louças com design elegante e linhas simples são as preferidas tanto visualmente, como em termos de manutenção e limpeza. Para um projeto com maior sustentabilidade, não se esqueça de utilizar bacias sanitárias com caixas acopladas, ou válvulas de descarga econômicas!


fonte: inspireddeco.com


No lavabo acima, o arquiteto utilizou um painel com ripas de madeira na parede e no forro, e iluminação em sanca, dando um efeito muito interessante ao refletir-se no espelho. A parede do vaso sanitário e o piso em cimento queimado proporcionam sofisticação ao lavabo. A bacia suspensa de linhas geométricas completa o visual.


ILUMINAÇÃO – o grau de iluminação pode ser menor neste ambiente, e a temperatura de cor vai depender também da paleta de cores utilizada. A temperatura de cor quente (lâmpada amarela) valoriza ambientes em tons quentes, como revestimentos em madeira, tons amarelos a vermelhos, e vice-versa, temperaturas de cor fria e neutra, valorizam tons brancos, azuis, e verdes.


fonte: ourico.com.br


Este lavabo conta com uma solução interessante, tendo revestimento em mármore, o mesmo da cuba esculpida, até a altura da torneira. Acima dela, o espelho cobre a parede inteira. As outras paredes foram pintadas com tinta de lousa, idéia criativa para deixar seu recado no ambiente! A bacia suspensa de linhas retas e a iluminação com bulbos de lâmpadas complementam o ambiente.


AMBIENTE – Um dos itens mais importantes em qualquer projeto de arquitetura, é lembrar-se de que para o ambiente ser agradável e pessoal, deve imprimir a personalidade dos moradores através da escolha dos materiais e objetos. Além disso, limpeza e manutenção constantes são essenciais para manter objetos e ambientes com um belo visual, e atrair boas energias!


Espero que tenham gostado, e até o próximo post!


#lavabo #banheiro #reforma #projeto

posts em destaque
posts recentes
arquivos
arquivos
posts  sobre
Nenhum tag.
nas redes sociais
  • Facebook - Grey Circle
  • Pinterest - Grey Circle